Interior

Medicação com substância extraída da maconha para tratar doenças já está sendo prescrita em Feira de Santana – SUBURBANO NEWS

A regulamentação de produtos a base de cannabis no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na última semana. A decisão, que vai entrar em vigor em 90 dias após a publicação, vai permitir a venda de produtos feitos com cannabis, nome científico da maconha, para uso medicinal, em farmácias mediante prescrição médica.

O médico Octavio Guarçoni, que é especialista em dermatologia, medicina integrativa e modulação hormonal, destaca que essa decisão está sendo muito importante.

“Temos uma dificuldade grande para usar essa substância, pois hoje em dia a gente precisa fazer um relatório, uma prescrição médica, junta com os documentos do paciente, monta um processo, manda pra Anvisa e tem que esperar uma liberação de autorização que pode demorar de dois até quatro meses para sair. Quando a liberação sai, o paciente pode importar essas sustâncias e normalmente paga em dólar”, explicou.

De acordo com o médico, com a nova resolução, algumas empresas de medicamentos do Brasil vão poder importar a matéria prima e produzir aqui no país.

“Desse modo, as pessoas vão poder achar o canabidiol e o THC nos balcões da farmácia, lógico, com prescrição médica. Isso vai baratear e facilitar o processo para conseguir usar essas substâncias”, destacou.

Octavio Guarçoni informou ainda que hoje em dia um tratamento com canabidiol pode variar entre 400 a 1.000 reais por mês e destacou que as substâncias são usadas para tratamento de várias doenças como depressão, ansiedade e Parkinson, além de auxiliar no tratamento para convulsões e dores crônicas.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Nosso WhatsApp
Fechar
Fechar